quarta-feira, 3 de maio de 2017

Descoberta da ENDOMETRIOSE


Olá pessoal, quanto tempo ne?!?rs Nos últimos dias recebi muitos recadinhos aqui no Blog , agora voltarei a escrever com frequência prometo!
Meu milagrinho já fez 2 anos dia 17/10/16 , farei um Post falando de como foram esses 2 anos( quase 3 já rs)
Nessa volta do Blog resolvi contar sobre o que aconteceu no parto que ainda não contei para vocês...
Depois que meu bebê nasceu , na hora que o médico foi retirar a placenta e começar a suturar ele viu vários focos de endometriose nas minhas trompas, ovários  etc. viu também aderências causadas pela endometriose e que as minhas trompas , as duas, estão obstruídas, ou seja, uma nova gestação só será possível com  FIV novamente...
Eu não sabia da Endometriose, o médico começou a me fazer várias perguntas na sala de cirurgia(após o parto) se eu sabia que tinha, se eu sabia que minha trompas estavam obstruídas etc.e todas as respostas foram NÃO , a grande maioria das mulheres tem diagnostico tardio , assim como no meu caso, se tivesse tido parto Normal como desejava talvez não soubesse até hoje.

Mais o que é Endometriose ?!?
A doença acomete mulheres a partir da primeira menstruação e pode se estender até a última. Geralmente, o diagnóstico acontece quando a paciente está na faixa dos 30 anos.
Hoje, a doença afeta cerca de seis milhões de brasileiras. De acordo com a Associação Brasileira de Endometriose, entre 10% a 15% das mulheres em idade reprodutiva (13 a 45 anos) podem desenvolvê-la e 30% tem chances de ficarem estéreis.

Sintomas
Os principais sintomas da endometriose são dor e infertilidade. Aproximadamente 20% das mulheres têm apenas dor, 60% têm dor e infertilidade, e 20% apenas infertilidade.
• Cólicas menstruais intensas e dor durante a menstruação;
• Dor pré-menstrual;
• Dor durante as relações sexuais;
• Dor difusa ou crônica na região pélvica;
• Fadiga crônica e exaustão;
• Sangramento menstrual intenso ou irregular;
• Alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação;
• Dificuldade para engravidar e infertilidade.
A dor da endometriose pode se manifestar como uma cólica menstrual intensa, ou dor pélvica/abdominal à relação sexual, ou dor “no intestino” na época das menstruações, ou, ainda, uma mistura desses sintomas.
E qual a relação da Endometriose com a Infertilidade?
O tecido interno que prepara o útero para a gestação é chamado de endométrio. A Endometriose ocorre quando o endométrio está localizado fora da cavidade uterina. Nos meses em que não ocorre a gestação, uma parte do endométrio sofre um processo de descamação, gerando a menstruação. Esta mucosa pode aparecer em outras partes fora do útero. Este processo é chamado de endometriose.
Estudos indicam que cerca de 50% das mulheres que possuem endometriose possuem dificuldades de engravidar. Os problemas causados pela endometriose podem ser:
  • Entupimento das trompas
  • Deficiência no transporte do óvulo fecundado
  • Alterações na ovulação
  • Dificuldades na aderência do óvulo fecundado  
(Fonte http://amandavolpato.com.br/infertilidade/infertilidade-feminina/ site da querida Dra Amanda Alvarez que fez meu tratamento na IPGO junto com Dr Arnaldo)

É muito importante que o diagnostico seja feito o mais cedo possível, eu sempre tive dores no período menstrual , desde a primeira menstruação, dores fortes, muitas cólicas, alterações intestinal , dificuldade para engravidar (que pensava que fosse apenas da parte masculina) foram 10 anos convivendo com a doença sem saber ... A consequência que o diagnóstico tardio me trouxe foi a Infertilidade . Então mulheres , fiquem atentas aos sintomas, peçam exames aos seus médicos, insistam, não se calem! Eu sempre me queixei das dores desde novinha e sempre ouvia que era "normal" , me receitavam diferentes remédios para cólicas e assim foi por 10 anos.
No próximo post falo sobre como está sendo agora que sei que tenho endometriose e como será daqui para frente, os planos para nova gestação etc. Espero vocês ♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário